Adjuris relançou internacionalização com base no Azure e no Office 365

Telefone
Contacte-nos Mail To Contactos Orçamento

A Adjuris é uma sociedade de advogados com sede em Lisboa, no Chiado, que há anos trabalha com uma sociedade congénere em Luanda (que ajudou a criar) mas que tem vindo a diversificar a sua internacionalização. Hoje tem relações com parceiros em Israel, Brasil e Moçambique, e conta estender esta sua rede a outros PALOP.

Com uma facturação em Portugal na ordem dos 3 milhões de euros em 2014, a estrutura informática da Adjuris apoiava o trabalho de 25 advogados e 10 funcionários administrativos com base em três servidores: um com Small Business Server 2003, da Microsoft, para o E-mail da sede; outro para a facturação e um terceiro como servidor de ficheiros, onde se alojava a solução de gestão documental – graças à qual a Adjuris já havia desmaterializado os processos de todos os seus clientes. Mas a estrutura informática vivia ainda muito confinada aos limites da rede local de cada escritório.

Como assinala José Miranda Dias, jurista líder da Adjuris, “ao avançarmos e reforçarmos a actividade em novos territórios e novas geografias, por um lado, e ao adoptarmos critérios exigentes na gestão de qualidade, defrontámo-nos com a necessidade de reformular as nossas plataformas colaborativas a fim de termos partilha de serviços a menores custos e sem que a distância física constituísse um impedimento”.

A CompuWorks foi o parceiro da Microsoft que apoiou a Adjuris neste processo evolutivo, que há poucos meses foi concluído. Hoje há apenas um servidor físico no escritório do Chiado, o qual suporta a rede interna (impressoras, domínio e pouco mais). “Todo o negócio está hoje na cloud – as comunicações, as aplicações de facturação e de gestão documental, e o sítio da empresa na Web – e os custos não só baixaram como foram diluídos no tempo, tendo-se dimunuído a complexidade”, diz Paulo Moreira, director executivo da CompuWorks. “O escritório do Chiado deixou de ser o ponto central do sistema informático da Adjuris, que passou a residir no Azure, da Microsoft, com vantagens para a mobilidade de todos os intervenientes.”

Com efeito, os advogados e outros colaboradores da Adjuris em Luanda – em número de idêntico ao de Lisboa – podem hoje aceder a todos os processos e documentos da sociedade em tempo real e qualquer que seja a sua localização, no seu escritório ou numa visita a um cliente. O Office 365, muito usado também para o agendamento de actividades, bem como ferramentas como o Lync e o Skype, vieram tornar as comunicações e a circulação de documentos mais expeditas – além de terem trazido “uma drástica redução nas facturas dos operadores de telecomunicações”, como refere José Miranda Dias. O líder da Adjuris sublinha ainda estes ganhos de eficiência num momento em que as suas sociedades de advogados estão envolvidas num megaprojecto para a regularização dos registos prediais e do património habitacional em Angola – o qual se estenderá por cinco anos, exigirá os máximos parâmetros de segurança e integridade dos dados, e envolverá dezenas de mihões de euros.

Conheça as nossas soluções de Azure – Veja mais.